Home

Empresa

Serviços

Atendimento ao Cliente

Obrigações do Mês

Informativos

Fale conosco


A WF Consultoria e Contabilidade tem uma equipe especializada para orientar e preencher a sua Declaração de Imposto de Renda, consulte-nos.

 

 

PIS - Abono e Rendimentos

Ao Abono salarial - Quem tem direito?

Trabalhador cadastrado no PIS até 2002 que tenha trabalhado, no mínimo, 30 dias de 2006 com carteira de trabalho assinada por empresa, que recebido em média, até 2 salários mínimos mensais e tenha sido informado corretamente na RAIS 2006, pelo empregador.

Aos rendimentos do PIS

Trabalhador cadastrado no Programa até 04/10/1988, desde que ainda possuam saldo de quotas do PIS.

Calendário de Pagamentos

Calendário para pagamentos do Abono Salarial e dos Rendimentos do PIS - Exercício 2008 / 2009
Nascidos em Recebem a partir de Recebem até
Julho 08 / 08 / 2008 30 / 06 / 2009
Agosto 14 / 08 / 2008 30 / 06 / 2009
Setembro 20 / 08 / 2008 30 / 06 / 2009
Outubro 10 / 09 / 2008 30 / 06 / 2009
Novembro 16 / 09 / 2008 30 / 06 / 2009
Dezembro 23 / 09 / 2008 30 / 06 / 2009
Janeiro 09 / 10 / 2008 30 / 06 / 2009
Fevereiro 16 / 10 / 2008 30 / 06 / 2009
Março 23/ 10 / 2008 30 / 06 / 2009
Abril 11 / 11 / 2008 30 / 06 / 2009
Maio 13 / 11 / 2008 30 / 06 / 2009
Junho 18 / 11 / 2008 30 / 06 / 2009

Período de pagamento: 10 de julho 2008 a 30 de junho de 2009.

Pagamento nas Empresas: 10 de julho até 08 de agosto de 2008

 

 

O PIS está disponível até 30 de junho de 2008

Recebe seu benefício em uma casa lotérica, correspondente bancário ou terminal de auto-atendimento, utilizando o cartão do cidadão e a senha cadastrada em uma agencia da CAIXA. Se você é cliente da CAIXA, pode ter o PIS pode ter creditado em sua conta individual a partir de julho de 2007, confira seu extrato bancário.

Fique atento: se a empresa onde você trabalha faz parte do Convênio CAIXA PIS-EMPRESA, o seu PIS já vem incluído no contracheque de julho ou agosto.  

Compras fora do Estado  -  Diferença de Alíquotas

Governo de São Paulo editou o Decreto nº 52.104 em 29/08/07, em que determina o recolhimento de diferença de carga tributária referente às aquisições de bens destinados a uso, consumo, ativo, comercialização e industrialização adquiridos fora do Estado de São Paulo, para as empresas optantes pelo Simples Nacional. Na prática, significa o recolhimento de 6% sobre o valor das compras fora do Estado, ou 16,75% se as compras forem feitas de outras empresas optantes pelo Simples Nacional. Abaixo, damos 2 exemplos (fonte Cenofisco):-
 

a) aquisição de contribuinte regular no Estado do Rio de Janeiro:

Valor da aquisição

R$ 1.000,00

ICMS destacado (alíquota 12%)

R$ 120,00

ICMS calculado pela alíquota interna vigente no Estado de São Paulo

R$ 180,00 (mercadoria sujeita à alíquota de 18%)

ICMS devido = 180,00 – 120,00

R$ 60,00

DIFERENCIAL DE CARGA TRIBUTÁRIA = R$ 60,00

b) aquisição de contribuinte optante do SIMPLES Nacional no Estado do Rio de Janeiro:

Valor da aquisição

R$ 1.000,00

ICMS destacado = Ausência em razão da impossibilidade de destaque por optantes do regime

R$ 12,50 (menor percentual previsto na coluna "ICMS" do Anexo I da Lei Complementar nº 123/06 = 1,25%)

ICMS calculado pela alíquota interna vigente no Estado de São Paulo

R$ 180,00 (mercadoria sujeita à alíquota de 18%)

ICMS devido = 180,00 – 12,50

R$ 167,50

DIFERENCIAL DE CARGA TRIBUTÁRIA = R$ 167,50

 
 
Portanto, pedimos especial atenção aos Clientes, que ao negociar aquisição de mercadorias fora do Estado levem em consideração o custo das diferenças do ICMS.
 

Imposto de Renda Pessoa Física - 2007

IRPF - Aprovadas as normas para a apresentação da Declaração de Ajuste Anual referente ao ano-calendário de 2006, exercício de 2007

A Instrução Normativa SRF nº 716/2007 aprovou as normas para a apresentação da Declaração de Ajuste Anual referente ao exercício de 2007, ano-calendário de 2006, pelas pessoas físicas residentes no Brasil.

Está obrigada a apresentar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda referente ao exercício de 2007 a pessoa física residente no Brasil que, no ano-calendário de 2006:

a) recebeu rendimentos tributáveis na declaração, cuja soma foi superior a R$ 14.992,32;

b) recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;

c) participou do quadro societário de empresa como titular, sócio ou acionista, ou de cooperativa (exceto no caso de participação em sociedade por ações de capital aberto ou cooperativa, cujo valor de constituição ou aquisição foi inferior a R$ 1.000,00);

d) obteve, em qualquer mês do ano-calendário, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do Imposto de Renda, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas (exceto no caso de pessoa física cujos bens comuns sejam declarados pelo outro cônjuge, desde que o valor dos seus bens privativos não exceda a R$ 80.000,00);

e) relativamente à atividade rural:

e.1) obteve receita bruta em valor superior a R$ 74.961,60;


e.2) pretenda compensar, no ano-calendário de 2006 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2006;

f) teve a posse ou a propriedade, em 31.12.2006, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 80.000,00;

g) passou à condição de residente no Brasil;

h) optou pela isenção do Imposto de Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 dias contado da celebração do contrato de venda, nos termos da Lei nº 11.196/2005, art. 39.

A Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda referente ao exercício de 2007 deverá ser apresentada até o dia 30.04.2007 mediante:

a) a utilização de programa gerador próprio, a ser disponibilizado no site da Secretaria da Receita Federal na Internet (www.receita.fazenda.gov.br), devendo, nesse caso, ser enviada pela Internet, por meio do programa ReceitaNet, ou entregue em disquete, nas agências do Banco do Brasil S.A. e da Caixa Econômica Federal;

b) o preenchimento de formulário online, no caso de contribuinte que optar pela apresentação da Declaração de Ajuste Anual Simplificada; ou

c) a utilização de formulário a ser aprovado pela SRF, devendo, nesse caso, ser apresentada nas agências e nas lojas franqueadas da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).



 

WF Consultoria&Contabilidade. Todos direitos reservados.